Carregando…
5 1968

DESTAQUES

Voltar

Projeto ABC Cerrado se torna referência de sustentabilidade do agro em acervo da ONU

O ABC Cerrado tornou-se referência no acervo da Comissão Econômica para América Latina e Caribe (Cepal), ligada à Organização das Nações Unidas (ONU), como caso de sucesso da sustentabilidade do agro brasileiro.

O ABC Cerrado capacitou 7,8 mil produtores rurais do bioma em quatro tecnologias de baixa emissão de carbono, com foco na redução das emissões de gases de efeito estufa.

O Projeto, encerrado em dezembro de 2019 com recursos de US$ 10,6 milhões do Fundo de Investimento Florestal (FIP, em inglês) administrados pelo Banco Mundial, foi executado pelo Senar, Ministério da Agricultura e Embrapa para a disseminação de adoção de tecnologias de baixa emissão de carbono em propriedades rurais de sete unidades da Federação no Cerrado (Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Tocantins, Bahia, Piauí, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal).

Um artigo elaborado pelo Senar foi um dos 66 estudos escolhidos para compor o repositório de casos sobre o Big Push para Sustentabilidade do Brasil (articulação de políticas públicas e privadas que alavanquem investimentos para crescimento econômico, redução das desigualdades e promoção da sustentabilidade).

“É uma resposta à comunidade internacional sobre os desafios das questões que envolvem sustentabilidade. Um artigo como esse comunica o trabalho de excelência realizado pelo Senar”, afirma Cristiane Camboim, assessora técnica da Diretoria de Assistência Técnica do Senar e uma das autoras da publicação. “Mostramos ao mundo que o agro brasileiro é sustentável.”

Por meio de uma avaliação de impacto realizada no projeto, o Senar comprovou que produtores que receberam capacitação associada à assistência técnica e gerencial aumentaram a área agrícola com tecnologias de baixa emissão de carbono em comparação aos produtores que não receberam capacitação nem assistência técnica.

Para o assessor técnico do Senar e também autor do artigo, Rafael Costa, esse tipo de divulgação é uma oportunidade de comunicação técnica com outros países do mundo, levando em consideração que em todas as convenções internacionais, o uso sustentável dos recursos naturais, incluindo a produção de alimentos pela agricultura e pecuária, é tema prioritário e solução para o desenvolvimento sustentável.

“O Brasil, assim como de outros países, tem a meta de reduzir as emissões de gases do efeito estufa e com a adoção das tecnologias de baixa emissão de carbono por meio do projeto ABC Cerrado, o país conseguiu aumentar os níveis de carbono no solo e de biomassa acumulados, evitando emissões de gases na atmosfera e contribuindo para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU.”

Os estudos foram analisados por especialistas do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), Cepal e Ministério da Economia.

CONGRESSO BRASILEIRO

O Congresso Brasileiro de Gestão de Projetos e Liderança, realizado on line nesta quinta-feira (28/05), contou com a participação da equipe do Senar para apresentar o ABC Cerrado para mais de mil participantes de sete países.

A coordenadora de Programas e Projetos do Senar, Janei Cristina Resende, e a consultora Beatriz Benezra mostraram o gerenciamento eficaz de projetos em contextos complexos.

“Foram apresentados os desafios vivenciados na gestão da execução do projeto, o cronograma de implantação ao longo dos cinco anos de duração e as estratégias utilizadas para captar as lições aprendidas dessa experiência”, ressaltou Janei.

Como exemplo de complexidade, a coordenadora citou a execução descentralizada no bioma Cerrado com especificidades diferentes e a variação cambial para a gestão dos recursos financeiros.

Janei também falou sobre as estratégias utilizadas para solucionar os desafios e ainda superar as metas estipuladas no início do projeto.

“O projeto capacitou 7.800 produtores, superando em 30% a meta. Foram mais de 18 mil beneficiários, 54% acima do que foi estipulado. Tivemos 8.644 produtores rurais em dias de campo, 127% acima da meta. A assistência técnica e gerencial do Senar beneficiou 1957 produtores, ultrapassando o número inicial em 21%”, ressaltou.

A consultora Beatriz Benezra explicou aos participantes do congresso como implantou uma metodologia para a captação das lições aprendidas.

Clique aqui e acesse o artigo apresentado à ONU sobre o Projeto ABC Cerrado.

Para saber mais sobre o ABC Cerrado e assistir depoimentos de pessoas beneficiadas pelo projeto, entre aqui.

Com informações da Assessoria de Comunicação CNA/SENAR